Refrigerante sem perder o gás!



1. Ao abrir o refrigerante, aperte a garrafa até o liquido ficar próximo à tampa (4 dedos, mais ou menos). Isso faz com que o gás tenha para onde se expandir e quando você abri-lo ele não ser expulso da garrafa. Outro fator de explicação é que diminuindo a área “vazia” o gás não tem pra onde fugir e permanece no líquido.



2. Passe o refrigerante cuidadosamente para um recipiente menor (passe da embalagem de 2 litros pra uma de 600ml, por exemplo), claro que nesse caso o outro recipiente tem que ter também uma tampa que impeça a saída dos gases. A explicação nesse caso é mesma do caso anterior, ou seja, diminuindo a área preenchida apenas pelos gases, o CO2 (gás do refrigerante) tem uma área menos de expansão, não tendo pra onde fugir permanece no líquido.

3. Mantenha o refrigerante em temperaturas baixas (geladeira, freezer, cooler), pois a solubilidade dos gases aumenta com a diminuição da temperatura. O refrigerante chega a dissolver cerca de duas vezes mais dióxido de carbono na temperatura da geladeira do que na ambiente.

4. Nunca balance ou agite o refrigerante, isso faz com que as moléculas do CO2 se agitem e quando você abrir a garrafa elas saiam com violência da garrafa, deixando seu refrigerante sem gás quase que estantaneamente.

5. Nunca abra o refrigerante quando ele estiver quente, pois as moléculas do CO2 ficam mais agitadas e saem com maior facilidade. É por isso que quando você o abre sai aquela quantidade enorme de refrigerante impulsionada pelo gás.
6. Não deixe o refrigerante muito tempo destampado, pois assim você deixa a porta aberta para o gás fugir. Caso tenha perdido a tampa, apenas não agite ou chacoalhe o recipiente, isso faz com que o gás permaneça no líquido por mais tempo!

10 Comentários

Anônimo disse...

Esse negócio de apertar o refri é a maior mentira!
A garrafa é flexivel! Vc aperta para ter menos espaço para o gás sair, até aí está ok, mas com o tempo, o gas que sai irá expandir a garrafa e ela voltará ao formato normal. Aí fica pior ainda pois a garrafa expandida terá maior volume, mas não tem nada preenchendo este volume, ou seja, formará vácuo e assim o gás sairá mais rapidamente!
Esse lance de dividir o refri em garrafinhas é mais correto.

Anônimo disse...

PEIDA NO SEU REFRI..DAÍ ELE RECARREGA DE GASES...
RESOLVIDO!

Anônimo disse...

mais é muito burro mesmo!! amassando a garrafa é pior deixa mais espaço para o gás expandir, se deixar normal com ar dentro terá menos espaço para o CO2 expandir! Não pensa mesmo!!

Anônimo disse...

Não quer perder o gás do refri???

NÃO ABRA!!!!

Dudu disse...

Nunca vi tanta merda em um só lugar.

A primeira, os dois outros anônimos já explicaram.. não tem porque eu o fazer.

O segundo... é LINDO na teoria. Mas na prática...
MEU FILHO. Quando movemos tais refrigerantes de um recipiente pra outro, só o gás que sai com o impacto dos recipientes (agravado pela diferença de temperatura dos mesmos, assim como textura, e coeficiente de temperatura) já é maior do que o que você vai eventualmente perder se deixar o liquido QUIETINHO na garrafa original.

Unica coisa que é certa, mas que um garoto de 3 anos sabe é que não se deve chacoalhar o líquido.

O foda é que o ocioso aceita qualquer merda.

Anônimo disse...

Amassar a garrafa funciona sim. Eu faço e dá certo. Testem antes de falar. A garrafa não desamassa como disse o anonimo #1 pois a pressão externa é bem maior. Quem disse isso é muito ignorante e provavelmente tá falando sem nunca ter testado.

Anônimo disse...

concordo...eu amasso a garrafa do meu refri e, alem dela continuar amassada, ainda fica com gás mais tempo!

Evil disse...

Peidar na garrafa...!!! Genial...

Anônimo disse...

para diminuir a perda de gás, feche a garrafa ainda amassada para reduzir a perda. quando for abrir novamente mantenha a pressão para reduzir o espaço dixado pelo refri.

Anônimo disse...

Ronaldo disse:

Amassar a garrafa eu não sei, mas passar o que sobrou pra uma garrafinha de 600 faço direto aqui, só tem que fazer com o liquido gelado senão o gás escapa tudo.